terça-feira, 27 de maio de 2008

Resenha: Obssessão (Neo Realismo)

Obssessão


Título original: Ossessione
Diretor: Luchino Visconti
Data de lançamento: 1943
País de origem: Itália
Elenco: Clara Calamai, Massimo Girotti, Juan de Landa

"Clássico definitivo do gênero neo-realista italiano. Obra prima em proporções máximas. É considerado por muitos críticos como o ponto inicial do movimento Neo-realista, o filme é dirigido por Luchino Visconti. É sabido que o filme foi banido da Itália por Mussolini, por considera-lo escandaloso e imoral. Ambientado no inicio dos anos 40, em uma miserável cidade italiana, o filme nos mostra a trágica e cativante história de dois jovens amantes, Gino e Giovanna. Giovanna vive sua rotineira e infeliz vida com o seu gordo marido que a trata com indiferença. O seu destino muda quando Gino, um viril jovem, a conhece em meio a um clima conturbado no restaurante de seu marido. Ambos decidem dar cabo do marido de Giovanna, a quem ela já não suporta mais. O neo-realismo é verdadeiramente um gênero singular, pois em grande parte do filme temos a sensação de não se tratar de um filme e sim da vida real, e todos sabemos e que muitos atores amadores são utilizados nesses filmes, criando uma atmosfera mais realista ainda. Enfim planejam a morte do marido e acabam por executar o seu plano. Luchino alcançou a conexão máxima entre o trágico e o belo, esteticamente perfeito. Lúxuria, cobiça e assassinato. Em consequência do crime ambos mergulham no desespero e na depressão, o momento torna-se emocionalmente instável. Gino pensa poder viver sem sua amante, isso faz com que eles se afastem, surge então o sentimento de traição em ambos. Obssessão tem um tipo de realidade aleatória. Item obrigatório àqueles que desejam conhecer o cinema italiano em seus primórdios." por Rodrigo HM.






4 comentários:

isaias de faria disse...

este filme é muito bom mesmo.a resenha me fez ficar com vontade de ve-lo novamente.aspectos significativos descritos, valeu!!!

Rodrigo HM disse...

Com certeza, Isaias, me tornei um grande fã deste gênero, e acabou se tornando meu predileto! Vale a pena assistir novamente!

Cássio Amaral disse...

Chegando para conferir e ver que há muita coisa boa aqui.

Abraço.

Rubens disse...

Oi Rodrigo,

"Obssessão" é um dos meus filmes favoritos sobre o Neo-Realismo Italiano.
É um dos filmes chaves do movimento e também do mestre Luchino Visconti.
Você está de parabéns pelo texto e a matéria em si.
Logo vou relacionar este filme em minha página sobre este importante movimento do cinema.
Posso utilizar uma de suas fotos?

Outra coisa, linkei o seu blog em minha página utilizando o mesmo assunto, que achei bem interessante, "Blogs Parceiros".
Qualquer coisa, diga-me, que mudo, ok?

É isso aí!